*?*´¯`*.¸¸.*´¯`* Retratos De Uma Vida... *´¯`*.¸¸.*´¯`*?*


Quem sou eu?
Linda...
bem é claro que tenho um nome...
na verdade... dois.
Meu nome é composto...
não tentem adivinhar...
pois pode ser...
Mary Anne...
Fernanda Cristina...
Ana Beatriz...
Maria Eduarda... enfim.
Prefiro que me chamem, de "Linda"...
é dessa forma que me apelidaram, não por ironia, ou por ser exemplo de beleza, ou coisa dessa natureza.
rsrs...
me chamam carinhosamente assim e os/as retribuam da mesma forma.
E é dessa forma que me apresento à vocês...
-"Muito prazer, Linda!"


The Celts
By Enya
Best Video Codes




Meu Link

Meu Selinho Reinauguração

Meu Award


Madrinha do Blog
Meu Award, para você!

Posts Anteriores

Que a Vida me Ensine
Adoro
Quero este Homem
Quem sabe então assim - Você Repara em mim?!
Hoje eu acordei triste.. Há certos dias em que si...
Nunca quis encontrar a "outra metade". Sempre qui...
Às vezes você vem assim, Como se fosse prenúncio ...
Pensei que seria um Dia Perfeito....
Nossa Homenagem
Tempo frio, chuva miúda. Coração inteiro, passivo...

 

Eu já te disse?


Eu digo que sempre penso em você?!
Basta abrir a boca e cantar as canções descritas nos teus olhos.
Nas melodias do teu corpo, não encontro meus acordes, porque você é uma daquelas canções pessoais, com acordes próprios, com um ritmo indecente, quente...
Queria me perder seguindo a luz do seu sorriso!
Como nos dias em que falta luz, e a gente tateia toda casa no escuro á procura de uma lanterna, de uma vela, um isqueiro...
E embora eu não possa te ver em meio à casa escura, sinto sua presença em cada canto, em cada cômodo, em cada espaço...
Queria te contar, que as canções que vejo em seus olhos, são as mesmas que canto baixinho na hora que vou dormir, quando você está trabalhando!
As palavras que lhe falo, são as mesmas que espalho pelo céu, esperando aflita que ao olhar para as estrelas, assim distraído, você consiga ler aquilo que preciso te dizer e não digo!
Mas estas palavras todas, tantas, tontas, um dia chegarão até você...
Porque na verdade, nenhuma palavra basta!
Para você, nem mesmo o silêncio alcança, porque o silêncio tem o costume de se esconder entre as mãos que se entrelaçam e os olhos que não se deixam desencontrar!
Para você apenas o tempo que corre em uma maratona extensa e intensa, que não tenho preparo físico para acompanhar!
Eu sei que essas vagas explicações que consigo tecer, são em vão, pois nada poderia definir em palavras tua presença, tua ausência, meus desejos e devaneios...
Não é por nada não, mas eu apenas desejaria a comodidade de um dia comum em meio a esse turbilhão de dias estressantes, que passam por mim, sem que eu consiga passar por eles ilesa!
As palavras que penso antes de lhe dizer, não são as mesmas que lhe digo aqui, por cima dos ombros, por baixo dos teus olhos...
O que eu queria te dizer, ainda é muito pouco perante tudo que eu consigo falar e as palavras certas ainda não são estas!
Acho que "nunca serão" o bastante... Nem que eu use todo o dicionário!
Para você, só mesmo o mundo, o repetir e repetir!
Mas não posso me conter a falar desse teu olhar de canções, mas não me perguntes aquilo que não saberei responder!
Quero apenas que você saiba, que precisei me perder, para poder te encontrar!
Eu sei que a minha busca por palavras certas é uma busca insana, em vão...
Por que eu sei que para você, basta um olhar! Um gesto!
Basta-me olhar para você e desejar desesperadamente que você possa compreender e interpretar o que eu sinto por você....

Amo você!!!

<Eu no dia 8/15/2008 08:39:00 PM